Deic/Polícia Civil
Deic/Polícia Civil

Polícia faz operação no interior contra esquema de desvio de sinal de TV

Oito mandados de busca e apreensão foram cumpridos em São Paulo, São Carlos e Jaú; suspeitos teriam 6 mil clientes que pagavam R$ 45 por mês

O Estado de S.Paulo

23 Março 2017 | 03h04

SÃO PAULO - Policiais do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) iniciaram na quarta-feira, 22, a Operação Card Sharing, informou a TV Tem, afiliada da Rede Globo. Da cidade de Jaú, a 290 km de São Paulo, era distribuído o maior número de assinaturas clandestinas de TV a cabo do grupo, diz a polícia. 

O serviço era até seis vezes mais barato do que o oferecido pelas operadoras que atuam legalmente no mercado, segundo a TV Tem. Os suspeitos teriam 6 mil clientes que pagavam R$ 45 por mês, após terem comprado um receptor do sinal por R$ 400.

"Muitos equipamentos são frutos de desvios dentro dos estoques das operadoras. Também utilizavam equipamentos produzidos na China, não são homologados para utilização no Brasil e, portanto, são proibidos de serem utilizados", afirmou o delegado José Mariano de Araújo Filho, do Deic, à rede de TV. 

O sistema permitia usar um cartão verdadeiro de alguma operadora de TV por assinatura e repassar o sinal para outras localidades. O nome card sharing refere-se à prática de compartilhar códigos de cartões verdadeiros usando a internet. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.