Presos jardineiros acusados de extorquir clientes

Eles cobravam bem mais do que o preço combinado, e ainda ameaçavam clientes com as próprias ferramentas

Ricardo Valota, da Central de Notícias,

12 Fevereiro 2010 | 02h46

Os jardineiros Luciano Silva Ferreira, de 28 anos, Paulo Henrique Oliveira, 31, e Fábio Oliveira Pina, 32, além do frentista Francisco Soares de Oliveira, 53, foram presos, nesta quinta-feira, 11, acusados pelas vítimas de oferecer serviços de jardinagem e cobrar, depois do trabalho feito, um valor 10 vezes maior que o combinado, sob a alegação de que teriam usado um veneno especial para matar formiga.

 

No calor da discussão, eles ameaçavam os clientes, usando as próprias ferramentas de trabalho, entre elas um facão. O grupo vinha atuando no City Lapa, área nobre da zona oeste de São Paulo. Os moradores chegaram a registrar boletim de ocorrência na delegacia de Vila Leopoldina (91ºDP).

 

Agentes do Departamento de Investigações sobre o Crime Organizado (Deic) detiveram o grupo, que possuía uma Kombi, durante mais uma das cobranças sob ameaça. Todos foram autuados em flagrante por formação de quadrilha e extorsão.

Mais conteúdo sobre:
jardineiro extorsão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.