Presos irmãos acusados de matar sindicalista

Os irmãos e empresários Claudomiro César Santana e Cássio Antônio Santana, da empresa de saúde baiana Mastermed, foram presos ontem em um condomínio de luxo de Salvador, acusados de mandar matar, em 2010, o ex-tesoureiro do Sindicato dos Rodoviários da Bahia Paulo Colombiano e sua mulher, Catarina Galindo. Segundo a polícia, Colombiano foi assassinado por tentar investigar os pagamentos feitos pelo sindicato à Mastermed, que somavam R$ 106 milhões desde 2005.

O Estado de S.Paulo

18 de maio de 2012 | 03h07

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.