Presos em SP quatro suspeitos de pedofilia na internet

Segundo a polícia, crianças com menos de 10 anos eram o alvo; outros 30 são investigados

Priscila Trindade, da Central de Notícias

15 de julho de 2010 | 15h22

SÃO PAULO - Quatro pessoas foram presas em São Paulo e em São Vicente, no litoral, suspeitas de integrarem um grupo de divulgação de pedofilia pela internet. As prisões aconteceram entre a noite de quarta-feira, 14, e a manhã de hoje, 15.

 

Segundo a Polícia Civil, crianças com menos de 10 anos eram o alvo do bando. Três envolvidos se passavam por mães de crianças para não serem descobertos. A rede era investigada pela polícia há quatro meses.

 

A operação teve início na noite de ontem em uma lan house no bairro Bela Vista, no centro da capital. No local, a equipe prendeu um garoto de programa de 29 anos, que foi flagrado acessando pornografia infantil. Ele admitiu que oferecia a suposta filha para poder ver homens nus pela webcam. Os outros presos também trocavam fotos de crianças e enviavam textos onde aprovavam a violência sexual em menores.

 

O grupo foi autuado por pornografia infantil e formação de quadrilha. Outras 30 pessoas estão sendo investigadas.

Mais conteúdo sobre:
pedofilia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.