Presos dois milicianos acusados de matar jovem grávida no Rio

Márcio Lúcio Ferreira da Costa e Paulo Roberto de Oliveira Viana são acusados de integrar milícia de Macáe

Solange Spigliatti, de O Estado de S. Paulo,

13 de março de 2008 | 15h18

Os policiais da Delegacia de Homicídios do Rio, com apoio da 123º DP, de Macaé, prenderam na manhã desta quinta-feira, 13, o soldado da Policia Militar Márcio Lúcio Ferreira da Costa, o Pitbull, de 32 anos, e Paulo Roberto de Oliveira Viana, de 28 anos, acusados de integrar a milícia que atua em Macaé. De acordo com a polícia, os dois milicianos são responsáveis pelo assassinato de uma jovem de 22 anos, que estava grávida, e teria sido morta por ter testemunhado contra eles.  Na operação, foram apreendidas armas, munição e a moto que foi utilizada no homicídio da jovem. O delegado titular da Homicídios, Roberto Cardoso, disse que a dupla agia com extrema violência na cidade, e é apontada como autora de vários homicídios na região.

Tudo o que sabemos sobre:
milíciaRio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.