Presos 5 bandidos que explodiram caixas eletrônicos em Ilhabela

A Polícia Civil de Ilhabela prendeu ontem cinco dos sete suspeitos de explodir em 8 de maio cinco caixas eletrônicos no centro de Ilhabela, litoral norte de São Paulo. Eles fugiram com R$ 226 mil, após levarem pânico a moradores. Dois ainda são procurados. Todos serão indiciados por roubo e formação de quadrilha.

CAMILA BRUNELLI, O Estado de S.Paulo

13 de junho de 2012 | 03h05

De acordo com a delegada titular da delegacia de Ilhabela, Renata Lourenço, a polícia estima que o ataque tenha envolvido de 15 a 20 pessoas e se trate de uma quadrilha especializada em roubo a caixa eletrônico. Dos sete já identificados, cinco são de Ilhabela e dois do Guarujá.

Policiais descobriram que os bandidos também estiveram envolvidos em outros roubos e furtos com explosão de caixas eletrônicos no litoral norte e em outras cidades do interior paulista. Os suspeitos começaram a ser descobertos porque a lancha usada durante a fuga havia sido furtada um mês antes e o dono havia registrado boletim de ocorrência.

Após o veículo ser encontrado em uma obra na região costeira da própria Ilhabela, na Praia de Furnas, no bairro Jabaquara, uma das pessoas que estavam no local confessou participação no crime. Com ela, foi encontrada uma cédula parcialmente queimada, como costuma ocorrer depois de explosões de caixas eletrônicos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.