Presos 4 suspeitos de soltar rojão em Parada Gay de SP

Em junho deste ano, evento foi marcado por confusão, brigas e a morte de um jovem espancado

Solange Spigliatti, Central de Notícias

04 de dezembro de 2009 | 13h55

Quatro pessoas foram presas hoje acusadas de soltar um rojão do alto de um prédio no meio da multidão que participava da 13ª edição da Parada Gay de São Paulo, em junho deste ano.

 

Nem câmeras, 300 seguranças patrimoniais e um número menor de participantes evitou brigas, confusões, empurra-empurra, desmaios e furtos no evento. Ao menos uma pessoa morreu. A vítima foi espancada logo após a Parada Gay e morreu na Santa Casa de São Paulo três dias depois.

Tudo o que sabemos sobre:
Parada GaySPprisãorojão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.