Presos 4 acusados de atacar soldado da PM na zona sul de SP

Segundo a SSP, homens se aproximaram em duas motos do carro do policial, que esperava a mulher, e atiraram

Elvis Pereira, estadao.com.br

07 de julho de 2008 | 18h03

A polícia prendeu quatro acusados de atacar no início da madrugada desta segunda-feira, 7, um soldado da Polícia Militar no bairro Santa Lúcia, na zona sul de São Paulo. São eles Viliames Brito de Carvalho, de 21 anos, Wagner Vasconcelos dos Santos, de 25, David Araújo dos Santos, de 22, e Rodolfo Nascimento da Silva, de 20. Eles foram detidos na casa de Rodolfo, na Rua Maria Cortada Codorniz, no Jardim Ângela. No imóvel, foram apreendidos três revólveres calibre 38, uma pistola e uma motocicleta.  Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), o PM contou que estava dentro do seu carro Gol esperando por uma mulher quando quatro homens, em duas motos, aproximaram-se dele. O soldado arrancou com o veículo e os criminosos atiraram. O PM conseguiu fugir e procurou uma base da corporação na região para pedir ajuda. Acionada, a polícia deparou-se com os suspeitos na Rua Maria Cortada e fez a abordagem.  Após localizar as armas e a moto semelhante à usada no ataque na casa de Rodolfo, os policiais levaram os suspeitos até o 100º Distrito Policial. De acordo com a SSP, a vítima reconheceu os quatro como autores dos disparos. Há dois anos na PM, o soldado estava de folga e desarmado. A princípio, não ficou ferido.

Tudo o que sabemos sobre:
políciaSSPcrime

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.