Preso usará tornozeleira para saída de fim de ano

Os 2.600 presos do regime semiaberto da cidade de São Paulo devem usar tornozeleira eletrônica para visitar suas famílias na saída temporária de fim de ano. A determinação foi dada ontem pelo juiz-corregedor dos presídios da capital, Ulysses de Oliveira Gonçalves Junior, de acordo com a lei que instituiu o monitoramento eletrônico de presos do regime semiaberto. O governo assinou em agosto o contrato com a empresa que vai fornecer as tornozeleiras.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.