Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Hélvio Romero/AE
Hélvio Romero/AE

Preso um dos suspeitos de participar de tiroteio na Avenida Pacaembu

Armamento pesado usado na troca de tiros também foi apreendido; dois ficaram feridos

Solange Spigliatti, Central de Notícias

26 de agosto de 2010 | 14h16

SÃO PAULO - A Polícia prendeu um dos suspeitos de participar de um tiroteio na altura do número 1.600 da Avenida Pacaembu, na zona oeste de São Paulo, no fim da manhã desta quinta-feira, 26. Também foram apreendido armamento pesado usado na troca de tiros, segundo a Polícia Militar.

 

De acordo com o tenente Jone Cesar Gonçalves, por volta das 11 horas, policiais foram acionados para verificar um veículo que estava em atitude suspeita na via. Após abordarem o veículo, os cerca de cinco suspeitos armados passaram a atirar contra a viatura, iniciando o tiroteio.

 

Os bandidos tentaram roubar um Corolla que passava pela avenida e acabaram atirando contra a motorista, que não conseguia sair do veículo. Não conseguindo fugir com o carro, os suspeitos roubaram outro carro, um Palio, e fugiram, provocando nova perseguição.

 

O policial, que foi atingido de raspão, e a motorista Ana Silvia dos Santos, de 52 anos, que passava no local, foram levados para o Hospital das Clínicas, onde estão conscientes e estão sendo avaliados, de acordo com a assessoria do hospital.

 

Foram apreendidos fuzis e metralhadoras, entre elas duas pistolas, uma calibre .40 e outra .380., dois rádios comunicadores, um colete balístico, três carregadores de calibre 380 municiados e um carregador de .40 vazio. Equipes do Batalhão de Choque e do Grupamento Aéreo da PM participaram da ação, segundo a PM.

Tudo o que sabemos sobre:
Pacaembutiroteio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.