Preso trio que realizava as chamadas 'saidinhas de banco' na região de Moema

Grupo detido está envolvido também com adulteração de veículos; um quarto bandido escapou

Ricardo Valota, do estadão.com.br,

18 Abril 2012 | 00h52

SÃO PAULO - Apontados pela polícia como especialistas em ataques a correntistas momentos após estes deixarem as agências bancárias - ações conhecidas como "saidinhas de banco" -, os assaltantes Denis Martins Bueno, de 30 anos, João William Marques, 23, e Marcos Antônio Pereira Soares, 26, - procurado pela Justiça e com documento falso em nome de Pedro Rodrigues Alves -, foram presos, no início da tarde de terça-feira, por agentes do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) na Alameda dos Maracatins, em Moema, zona sul da capital paulista, no momento em que preparavam-se para escolher mais uma vítima.

 

Um quarto integrante do grupo conseguiu fugir. Os investigadores, em diligência naquela região da cidade, suspeitaram dos quatro homens - três deles em um Corsa Sedan e o quarto numa moto Honda CG-125 - e abordaram o grupo. No interior do Corsa, de placas adulteradas, foi localizada uma pistola calibre 380. "É uma estratégia desses grupos. Eles utilizam carros furtados ou roubados e clonam as placas, tudo para dificultar as investigações", disse o delegado Marcelo Bianchi. Os policiais não conseguiram deter o criminoso que ocupava a moto. Dênis, Marques e Pedro responderão or formação de quadrilha.

Mais conteúdo sobre:
Quadrilha saidinha de banco Moema assaltos

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.