Preso suspeito de estuprar e matar garota

Um rapaz de 22 anos foi preso ontem pela Polícia Civil na favela Rio das Pedras, em Jacarepaguá, na zona oeste do Rio, suspeito de estuprar e matar no sábado Rebeca Miranda de Carvalho, de 9 anos, na favela da Rocinha, em São Conrado, zona sul.

FÁBIO GRELLET / RIO, O Estado de S.Paulo

04 de outubro de 2013 | 02h11

Segundo a Polícia Civil, Elder Marinho estava com o celular de Rebeca e teria confessado o crime. O suspeito é acusado de um estupro no Ceará. A Divisão de Homicídios da Polícia Civil deve pedir hoje à Justiça que decrete a prisão temporária de Marinho por 30 dias.

A prisão ocorreu quando moradores da favela promoviam um protesto cobrando avanços na investigação. A notícia da prisão foi comemorada.

Rebeca estava em uma festa de aniversário e brincava com outras crianças quando sumiu, às 22h30 de sábado. A mãe, Maria de Mesquita, de 43 anos, estava em outra festa, a 50 metros.

O corpo de Rebeca foi encontrado por moradores às 6h de domingo, em um buraco coberto com telhas, em um terreno baldio na parte alta da Rocinha. O local fica a cerca de 100 metros de um posto da UPP.

O laudo do Instituto Médico-Legal constatou que a menina foi estuprada antes de ser estrangulada. O corpo tinha marcas de mordida. Uma testemunha ouvida no domingo contou ter visto quando Rebeca foi arrastada à força para um beco por um homem pardo que aparentava ter entre 20 e 30 anos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.