Reprodução|Divulgação
Reprodução|Divulgação

Preso suspeito de assassinar universitária em ponto de ônibus

Agressor fugiu sem ser identificado e sem levar pertences da jovem, que estava com celular e notebook

José Maria Tomazela, O Estado de S. Paulo

18 Junho 2016 | 10h26

SOROCABA – A Polícia Civil prendeu nesta sexta-feira (18) o suspeito de assassinar a universitária Keyla Domingues Nogueira, de 20 anos, morta com golpes de faca, no dia 2 deste mês, em Sorocaba, interior de São Paulo. A identidade do suspeito, que teria confessado o crime, não foi revelada. Em nota, a Polícia Civil informou que divulgará detalhes do caso na segunda-feira (20). Familiares e movimentos em defesa da mulher fizeram mobilizações cobrando o esclarecimento do caso.

A vítima foi atacada num ponto de ônibus próximo de sua casa, no Jardim Vitória Régia, quando esperava a condução para ir à faculdade. Ela foi golpeada no abdome e nas costas. A jovem chegou a ser socorrida, mas não resistiu. A polícia vinha trabalhando com a suspeita de crime passional. Pessoas que estavam no interior das casas próximas ouviram uma discussão rápida e o suposto autor do crime dizer: “Falei que ia te pegar, sua vagabunda!” O agressor fugiu sem ser identificado e sem levar pertences da jovem, que estava com celular e notebook.

Mais conteúdo sobre:
Polícia Civil São Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.