Preso suspeito de assalto a joalheria no Shopping Ibirapuera

Acusado de 20 anos foi detido na zona sul; durante abordagem, ele teria tentado atropelar policiais

Fabiana Marchezi, da Central de Notícias

13 de julho de 2010 | 13h33

SÃO PAULO - Policiais civis da Delegacia de Repressão a Roubo de Joias (DRRJoias), do Departamento de Investigações sobre Crime Organizado (Deic), prenderam na noite de segunda-feira, 12, um homem de 20 anos que seria suspeito de participar da invasão a uma joalheria do Shopping Ibirapuera, na zona sul de São Paulo, no último dia 3 de julho.

 

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública do Estado, o suspeito foi detido na Vila Joaniza, também na zona sul da cidade. Durante a abordagem, ele teria tentado atropelar os policiais, mas acabou contido ao ser atingido na mão direita e de raspão na cabeça.

 

A equipe de policiais apurava a ação da quadrilha. Os cruzamentos de informações possibilitaram a descoberta do local de reuniões do grupo, no morro da Macumba. Os policiais passaram a observar a área. Às 23h de ontem, o suspeito foi flagrado conduzindo um GM Kadett pela Rua Zike Tuma.

 

Os policiais se preparavam para a abordagem quando ele percebeu a ação e acelerou o veículo contra os policiais e pessoas que passavam pelo local. Os investigadores atiraram para conter o agressor. Um dos tiros atingiu o dedo indicador direito e outro projétil raspou o couro cabeludo do ajudante, que foi socorrido ao pronto socorro Pedreira, onde foi medicado e liberado. Com ele, os policiais encontraram um revólver calibre 38 e R$ 9.242.

 

O delegado José Antônio do Nascimento, titular da DRRJoias, informou que também identificou um segundo participante do roubo. A equipe do Deic prepara uma nova ofensiva para prender outros envolvidos.

Mais conteúdo sobre:
violência

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.