Preso português com toalhas de banho 'engomadas' de cocaína

Droga foi descoberta após passagem de bagagem por máquina de raio X do Aeroporto de Cumbica, em Guarulhos

Fabiana Marchezi, estadao.com.br

19 de novembro de 2008 | 15h49

A Polícia Federal prendeu, na noite de terça-feira, 18, um português que transportava cinco toalhas de banho com aparência de terem sido "engomadas" com cocaína no Aeroporto Internacional de Cumbica, em Guarulhos, na Grande São Paulo.  De acordo com a PF, na área de imigração, após exame no equipamento de raio X do aeroporto, os agentes verificaram que a bagagem despachada pelo português, que viajaria para a Suíça, apresentava substância estranha que foi constatada como cocaína.  Na delegacia, foi apurado que o total de droga transportada alcançava 8,5 quilos. O português de 28 anos responderá por tráfico internacional de drogas, cuja pena varia entre 5 e 15 anos de reclusão. Só neste ano, a PF já apreendeu mais de 660 quilos de cocaína no Aeroporto Internacional de Cumbica.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.