Preso peruano suspeito de atacar passageiros em Cumbica

Segundo a polícia, suspeito abordava passageiros que transportavam laptops ou bagagens de mão

Ricardo Valota, da Central de Notícias,

19 de agosto de 2009 | 08h24

Um peruano, suspeito de atacar passageiros no setor de embarque do Aeroporto Internacional de São Paulo, em Cumbica, Guarulhos, foi detido na noite desta terça-feira, 18, por policiais militares após ser abordado na Rodovia Hélio Smidt (SP-19), que dá acesso ao aeroporto.

 

Ocupando um Vectra dourado, descrito por várias vítimas de assaltos na região, o peruano resolveu fugir após ser abordado. Ao sair da rodovia e entrar na Avenida Marginal do Rio Baquirivu, ele perdeu o controle do veículo e atingiu um muro.

 

Segundo os PMs, com o estrangeiro havia mais uma pessoa, que conseguiu escapar. Desarmado e sem documentos, o peruano foi encaminhado à Delegacia de Polícia Civil do Aeroporto de Cumbica, onde se identificou como César Armando Araya.

 

Duas das últimas ações possivelmente praticadas pelo peruano, natural da capital Lima, foram registradas na delegacia de Cumbica no dia 19 de julho deste ano. Uma das vítimas, segundo a polícia, é francesa e foi abordada na Asa B, no embarque. O suspeito abordava principalmente passageiros que transportavam laptops ou bagagens de mão aparentando conter objetos de valor. A Polícia Civil agora vai chamar as vítimas para que seja feito o reconhecimento do suspeito.

 

Óculos

 

Sete óculos foram encontrados pelos policiais militares no interior do Vectra. A polícia suspeita que possam ser do cantor Silvio Brito. Fotos do peruano foram enviadas por e-mail para o cantor para que ele faça o reconhecimento.

 

No último dia 14, Britto teve uma bolsa furtada no Aeroporto de Congonhas, zona sul da capital paulista, no momento em que pedia informação. Dentro dela, havia muitos pertences pessoais, entre eles uma coleção de óculos e um par de alianças do casamento dos pais.

Tudo o que sabemos sobre:
aeroportoCumbicaroubobagagem

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.