Reprodução
Reprodução

Preso peruano que roubou câmera de cinegrafista na Parada Gay, SP

Equipamento contava com um rastreador que ajudou a polícia a chegar ao local onde o ambulante morava

Gheisa Lessa, Estadão.com.br

13 de junho de 2012 | 11h58

SÃO PAULO - Um ambulante peruano, de 61 anos, foi localizado no centro de São Paulo, por volta das 19h30 do último domingo, 10, com uma câmera filmadora de uma emissora de televisão que havia sido roubada de um cinegrafista durante a cobertura da Parada do Orgulho Gay realizada na mesma data, na Avenida Paulista.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP), o homem foi preso em flagrante por receptação na Alameda Barão de Piracicaba, no centro. A câmera tem valor estimado de R$ 100 mil.

A SSP afirma ainda que agentes militares do 13º Batalhão de Polícia Militar Metropolitano foram chamados pela equipe de segurança da emissora, que não foi identificada pela polícia.

O equipamento contava com um rastreador que ajudou a polícia a chegar em uma pensão, onde o ambulante morava. No quarto do peruano foram encontrados ainda outra câmera filmadora, uma máquina fotográfica, quatro câmeras digitais e nove aparelhos celulares. Todo o material foi apreendido, mas a câmera da emissora de TV foi devolvida para um representante do canal.

O peruano foi encaminhado ao 77º Distrito Policial, onde a ocorrência foi registrada. A Polícia Federal foi avisada e a Polícia Civil pediu mais informações sobre o homem para a embaixada do Peru.

Tudo o que sabemos sobre:
Parada Gayroubo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.