Preso bandido que tentou metralhar PMs durante assalto no Ipiranga

Criminoso participou de uma tentativa de roubo, em julho do ano passado, a uma loja de acessórios automotivos no bairro

Ricardo Valota, do estadão.com.br,

30 Maio 2011 | 04h37

SÃO PAULO - O Departamento de Investigações sobre o Crime Organizado (Deic), através da Delegacia de Repressão a Roubos de Cargas (Divecar), informou, no final da noite de domingo, 29, que está preso, desde a última quarta-feira, 25, o assaltante Eric Ferreira Batista.

O criminoso é um dos dois irmãos que, juntamente com um terceiro bandido, armados de pistola e metralhadora, participaram de uma tentativa de assalto, em julho do ano passado, a uma loja de acessórios automotivos no Ipiranga, zona sul de São Paulo, ação que terminou em tiroteio e num saldo de um criminoso morto e três pessoas baleadas - sendo dois policiais militares e um adolescente.

Segundo a Polícia Civil, o alvo do trio seria um estoque de DVDs Players que havia dentro da loja. Eric, segundo a polícia, era quem estava armado de metralhadora. O irmão dele, Walter Ferreira Batista, continua foragido. O bandido morto durante tiroteio com a Polícia Militar, foi identificado, na ocasião, como Ronaldo Freire Silva, de 26 anos.

Assalto - A tentativa de assalto à loja de som automotivo Still Áudio Car, localizada na rua Dois de Julho, no Ipiranga, ocorreu por volta das 18h30 de 28 de julho de 2010. Ocupando três veículos, um Corsa preto, um Marea branco e um furgão escuro, os criminosos chegaram ao estabelecimento comercial e anunciaram o assalto.

Policiais militares da 2ª Companhia do 46º Batalhão, acionados por testemunhas, foram os primeiros a chegar. Um deles, soldado Reis, ao entrar e tentar se proteger atrás de uma pilastra, foi baleado na perna pelos bandidos e conseguiu deixar a tempo o local.

Armados de pistolas e metralhadora, os criminosos abortaram o assalto e, ao saírem da loja, teve início outro tiroteio, inclusive com o soldado que ainda estava caído na calçada. O cabo Tersário, das Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar (Rota), também foi atingido na perna.

Os dois PMs na ocasião foram encaminhados ao pronto-socorro municipal do Ipiranga e transferidos para o Hospital da Polícia Militar (HPM). Um helicóptero da PM deu apoio aos colegas em terra. Um dos assaltantes, José Ronaldo Freire Silva, foi caçado pelos policiais ao tentar fugir por um dos imóveis vizinhos.

Também baleado, o criminoso, que já tinha passagem pela polícia e portava uma pistola calibre 45, morreu quando era atendido no pronto-socorro do Ipiranga. Os outros dois assaltantes, os irmãos Eric e Walter, conseguiram escapar, mas abandonaram dois dos veículos durante a fuga.

Morador da região, um adolescente de 16 anos foi atingido no peito por uma bala perdida quando passava pelo local no momento do tiroteio e encaminhado para o Hospital São Camilo, no Ipiranga. O assalto foi registrado no 17º Distrito Policial, do Ipiranga.

Mais conteúdo sobre:
presoassaltoipirangadeic

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.