Presidente nega participação em morte

O presidente da Mangueira, Ivo Meirelles, negou ontem que o assassinato, domingo, do traficante Acir Ronaldo Monteiro da Silva tenha ligação com a eleição à presidência da escola, na quinta-feira. Em 2012, Meirelles acusou Silva de invadir a quadra para impedir a eleição. O sambista disse que está indignado com a decisão de quebrar seu sigilo bancário no inquérito que o indiciou por associação para o tráfico.

O Estado de S.Paulo

22 de fevereiro de 2013 | 02h07

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.