DIVULGACAO/CDHU
DIVULGACAO/CDHU

Presidente da CDHU será secretário de Infraestrutura no governo Doria

Marcos Rodrigues Penido terá a missão de terminar obras grandes em andamento, como corredores de ônibus e intervenções antienchente

ADRIANA FERRAZ e EDISON VEIGA, O Estado de S. Paulo

07 de novembro de 2016 | 19h35

O atual presidente da Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU), Marcos Rodrigues Penido, aceitou convite e será secretário municipal de Infraestrutura Urbana e Obras na futura gestão João Doria (PSDB). Penido foi secretário adjunto da mesma pasta durante a gestão Gilberto Kassab (PSD) e também já comandou a secretaria estadual da Habitação. 

À frente da Siurb, ele terá a missão de terminar obras grandes em andamento, como corredores de ônibus e intervenções antienchente, com cronogramas atrasados por falta de recursos. Boa parte dos projetos depende de verba federal prometida pela então presidente Dilma Rousseff, mas que nunca chegou ao caixa da Prefeitura. Só para obras de mobilidade há convênios assinados da ordem de R$ 3 bilhões; para drenagem urbana, de R$ 1,4 bilhão.

Doria vai anunciar outros nomes que vão compor seu secretariado na quinta-feira. Diretor do Museu da Imagem do Som (MIS) e proprietário do Cine Belas Artes, o cineasta André Sturm é cotado para assumir a Secretaria de Cultura, após recusa do ex-diretor da Globo, José Bonifácio Sobrinho, o Boni.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.