Reprodução/Facebook Orlando Morando
Reprodução/Facebook Orlando Morando

Presidente da Câmara dos Vereadores de São Bernardo do Campo morre em acidente de carro

Ramon Ramos sofreu um acidente na Avenida Caminho do Mar; ele era líder do governo na Casa e deixa mulher e dois filhos

Redação, O Estado de S.Paulo

06 de outubro de 2019 | 11h02
Atualizado 07 de outubro de 2019 | 11h43

O presidente da Câmara de Vereadores de São Bernardo do Campo (SP), Ramon Ramos (PDT-SP), morreu na manhã deste domingo, 06, após um acidente de carro. ​Ele estava em seu terceiro mandato como vereador e era líder do partido e também do governo na Casa, indicado pelo prefeito Orlando Morando (PSDB). De acordo com informações do Corpo de Bombeiros de São Paulo, o capotamento ocorreu às 9h30 na altura do número 2600 da Avenida Caminho do Mar. Duas viaturas foram deslocadas para o local, mas a vítima já estava morta.

 

O prefeito Orlando Morando publicou uma nota de pesar em sua página no Facebook. "Que Deus possa acolhê-lo de braços abertos e que conforte a família. Uma perda irreparável para nossa cidade", afirmou.

Nos comentários da publicação, a equipe de Orlando Morando afirmou ainda que 'todo o Brasil perde um grande homem e um político exemplar'. "O Ramon Ramos sempre trabalhou para que a nossa cidade prosperasse e fosse um lugar melhor para todos. O seu legado será enorme", diz.

O velório será neste domingo na Câmara Municipal de São Bernardo do Campo, entre 12h e 17h. Já o sepultamento ocorrerá às 17h30 no Cemitério da Paulicéia, também em São Bernardo.

Ramon Ramos tinha 43 anos e nasceu na Vila Vivaldi, em São Bernardo do Campo. Bacharel em Direito, foi presidente da Associação de Moradores do bairro Rudge Ramos - Vila Vivaldi, Conselheiro de Saúde da UBS Rudge Ramos; Auxiliar Técnico Administrativo e Diretor do Departamento de Posturas e Comércio da Secretaria de Serviços Urbanos de São Bernardo do Campo.

Na Câmara Municipal de São Bernardo do Campo, foi 1º e 2º Secretário da Mesa Diretora e presidente das Comissões Mista e de Obras e Serviços Públicos, presidente da Comissão de Obras e Serviços Públicos. O vereador ocupou ainda o cargo de Secretário da Comissão da Lei Orgânica do Município.

Ele era casado e deixa dois filhos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.