Presas havia 10 anos, irmãs sofriam abusos

Acusado de estuprar e manter em cárcere privado as duas filhas durante dez anos, Adriano Valeriano de Jesus, de 54 anos, foi preso quinta-feira em Vera Cruz, região metropolitana de Salvador. Na casa dele, além da mulher e das duas filhas do casal, foram encontradas duas crianças, fruto das relações incestuosas. De acordo com as vítimas, o abuso sexual ocorria desde que cada uma completou 13 anos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.