Presa quadrilha que fraudava leilões

Uma força-tarefa do Ministério Público do Rio Grande do Sul, prendeu oito integrantes de uma quadrilha especializada em fraudar leilões municipais. A investigação que começou em 2012 mostrou que o grupo fazia ajustes para que um de seus integrantes arrematasse máquinas pelo valor de avaliação, pagando sempre o lance mínimo. Depois, eles promoviam novo leilão, informal, entre interessados no bem, e dividiam a diferença entre o valor pago ao município e recebido do novo comprador.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.