Presa quadrilha acusada de furtar 30 tratores no interior de São Paulo

Foram presos onze suspeitos em cinco cidades da região de São José do Rio Preto

José Maria Tomazela, O Estado de S.Paulo

18 Junho 2016 | 01h27

SOROCABA – Uma operação da Polícia Civil prendeu uma quadrilha suspeita do furto de pelo menos 30 tratores agrícolas na região noroeste do Estado de São Paulo. Foram presos onze suspeitos em cinco cidades da região de São José do Rio Preto. Pelo menos oito tratores foram aprendidos, além de máquinas e equipamentos. Os policiais cumpriram 24 mandados de busca e apreensão em Rio Preto, Altair, Mirassol, Turmalina e Tanabi.

Em alguns casos, os criminosos invadiam as propriedades, rendiam os moradores e carregavam as máquinas em caminhões. Parte dos integrantes da quadrilha já foi reconhecida pelas vítimas. Um dos presos tinha fugido há seis meses da Penitenciária de Valparaíso e era procurado pela Justiça. Ele usava uma identidade falsa. 

O delegado de Rio Preto, Marcos Negrelli, disse que as investigações começaram em abril deste ano, após o furto de um trator na cidade de Estrela D'Oeste. A partir daí, foi iniciado o rastreamento da quadrilha. “Parte do bando era responsável pelos furtos, enquanto outro grupo recebia os tratores e efetuavam a venda. Havia ainda aqueles que eram pagos para adulterar os documentos e esconder os veículos”, relatou.

As investigações vão prosseguir na tentativa de identificar a rede de receptação das máquinas furtadas. Também há indícios de que a quadrilha falsificava notas fiscais e documentos dos tratores.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.