Presa em SP estelionatária procurada por dar golpes em bancos

Ela foi detida em flagrante numa agência da Vila Mariana, na zona sul de São Paulo

da Redação, estadao.com.br

03 de julho de 2008 | 08h51

Uma das estelionatárias mais procuradas do País foi presa em flagrante aplicando um golpe em São Paulo, na quarta-feira. Ela era procurada pela polícia há dois anos sob suspeita de aplicar golpes em agências bancárias de pelo menos três Estados. Ela foi detida numa agência da Vila Mariana, na zona sul de São Paulo. O nome da presa não foi divulgado pela polícia.   A mulher, de 40 anos, aplicava golpes em agências bancárias se fazendo passar por outra pessoa. Ela costumava usar o nome de Maria Aparecida. O rosto e a identidade da suspeita só ficaram conhecidos há pouco tempo quando os bancos decidiram investigar quem era a mulher que conseguiu, na conversa, enganar seus funcionários.   Nas agências, ela dizia que havia esquecido todos os documentos. Os convencia a procurar no computador pelo nome Maria Aparecida. Quando isso acontecia, ela copiava todos os dados da conta e tinha acesso a cheques, senhas e cartões da verdadeira Maria Aparecida. Em dois anos ela deu um prejuízo de quase 400 mil reais aos clientes de um único banco.

Tudo o que sabemos sobre:
golpes bancários

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.