Presa dupla que fraudava caixas eletrônicos na zona sul de SP

Com criminosos foram encontrados dois equipamentos similares aos instalados nos caixas eletrônicos através dos quais o cliente insere o envelope de depósito contendo cheques ou dinheiro

Ricardo Valota, do estadão.com.br,

01 de abril de 2011 | 01h55

SÃO PAULO - Dois homens que vinham atuando dentro de agências bancárias desde 2002, lesando correntistas em bairros como Vila Nova Conceição, Brooklin, Vila Olímpia e Moema, na zona sul de São Paulo, foram detidos, por volta das 21 horas desta quinta-feira, 31, por policiais militares das Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar (Rota) após saírem de uma agência do Banco do Brasil na Rua Afonso Braz, na Vila Nova Conceição.

 

No momento em que se dirigiam até um Celta, Rodrigo Galioto, de 24 anos, dono do veículo, e Fábio Félix da Silva, 33, foram abordados pelos policiais. Com a dupla, foram encontrados dois equipamentos similares aos instalados nos caixas eletrônicos através dos quais o cliente insere o envelope de depósito contendo cheques ou dinheiro. A dupla havia acabado de instalar um dos equipamentos em um caixa e seguia para outras duas agências.

 

"Eles começavam a instalar os equipamentos por volta das 18 horas e depois das 21 horas passavam novamente pelos caixas para recolher os equipamentos e os envelopes dos clientes. Tinha noite em que eles chegavam a arrecadar até 3 mil reais", disse o tenente Edson Jordão, da Rota. Com a dupla, que já tem passagens por furto e roubo, os policiais não conseguiram apreender nenhuma quantia em dinheiro pois os dois bandidos ainda não haviam iniciado o recolhimento do dinheiro.

 

"Eles escolhiam estas regiões de São Paulo justamente para arrecadar mais dinheiro". Segundo ainda o oficial da PM, Rodrigo e Fábio, que escolhiam vários bancos para realizar a fraude, não quiseram apontar outros possíveis comparsas neste esquema criminosos. A dupla foi encaminhada ao 96º Distrito Policial, do Brooklin, e autuada em flagrante por furto qualificado mediante fraude.

 

A perícia percorreu outros bancos na região e encontrou mais dois falsos equipamentos em caixas eletrônicos, subindo para cinco o total apreendido: três instalados e dois em poder da dupla.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.