Divulgação
Divulgação

Presa dupla que adulterava máquinas e furtava dados de correntistas em shoppings da capital

Bandidos tinham falsas ordens de manutenção e substituíam aparelhos por outros com 'chupa-cabra'

Ricardo Valota, do estadão.com.br,

09 Março 2011 | 02h49

SÃO PAULO - Dois homens, um deles especializado em manutenção de máquinas de operadoras de cartões de crédito e débito, estão presos desde a última quinta-feira, 3, na capital paulista, sob a acusação de fraudarem os equipamentos para furtar dados de correntistas e revendê-los para quadrilhas de clonagem de cartões. As informações só foram divulgadas pela Polícia Civil nesta quarta-feira, 9, pois os investigadores pretendiam chegar a outros membros do bando, o que não ocorreu nos últimos cinco dias.

O técnico Anderson Gonçalves, de 24 anos, ex-funcionário de uma empresa especializada na manutenção das máquinas, e o vendedor Marcos Gabriel Salatiel Barbosa, de 21, começaram a agir dentro dos shoppings após Anderson desviar 12 aparelhos da firma onde trabalhou.

Quando chegavam nas lojas, de shoppings das zonas leste e oeste da cidade, em posse das máquinas e de falsas ordens de serviço de manutenção, os dois criminosos realizavam a troca dos equipamentos, deixando no local as máquinas com um dispositivo interno - o chamado "chupa-cabra" - capaz de armazenar os dados das contas e senhas.

Depois de algum tempo, a dupla retornava às lojas e retirava os equipamentos, realizando nova troca. Os dados furtados de cada cartão eram vendidos a R$ 50,00 para a outra parte da quadrilha, especializada na clonagem dos cartões. Na última quinta-feira, 3, agentes 3ª Delegacia de Repressão a Estelionato, do Departamento de Investigações sobre Crime Organizado (Deic), detiveram Barbosa no momento em que ele retirava uma das máquinas de uma das lojas da praça de alimentação de um shopping na zona oeste da capital.

Anderson foi detido mais tarde no Jardim Maringá, região de Vila Matilde, zona leste de São Paulo, após o comparsa dele levar os policiais para outros dois shoppings, também na zona leste, e revelar onde o criminoso morava. Com a dupla, autuada por furto qualificado e estelionato, os policiais apreenderam as 12 máquinas fraudadas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.