Presa dona de berçário acusada de tortura

GOIÂNIA

, O Estado de S.Paulo

10 de novembro de 2010 | 00h00

Dona de um berçário em Goiânia, Maria do Carmo Serrano, de 62 anos, foi presa ontem por maus-tratos a crianças de até 2 anos. A suspeita de tortura passou a ser investigada pela Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) há cerca de 40 dias. Nesse período, a polícia instalou câmeras no estabelecimento e gravou Maria do Carmo jogando as crianças no chão, torcendo os braços dos bebês e os agredindo. Os pais dizem que vão processar a dona do berçário. A creche deve ser interditada nos próximos dias.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.