DIVULGAÇÃO
DIVULGAÇÃO

Prejuízo das chuvas passa de R$ 500 milhões no interior de SP

20 cidades já decretaram situação de emergência e 3 - Pederneiras, Lençóis Paulista e Agudos - estado de calamidade pública

José Maria Tomazela, O Estado de S. Paulo

20 Janeiro 2016 | 18h40

SOROCABA - As chuvas de verão já causaram danos significativos em 162 cidades do interior, segundo números da Defesa Civil estadual. A maior concentração, com 80% dos registros, ocorreu em janeiro. Até a tarde desta quarta-feira, 20, vinte cidades tinham decretado situação de emergência e três - Pederneiras, Lençóis Paulista e Agudos - estado de calamidade pública. Segundo estimativa parcial obtida com as prefeituras, o prejuízo passa de R$ 500 milhões. Somente em Agudos, 32 pontes caíram e o dano foi estimado em R$ 12,5 milhões.

De manhã, o Rio Mogi-Guaçu voltou a subir e inundou três bairros de Porto Ferreira. Quase 200 casas estavam alagadas na Estância Porto Alegre, na zona rural. Bombeiros usaram barcos para resgatar famílias. A retirada de famílias isoladas prossegue em Campina do Monte Alegre, com bairros alagados pela cheia no Rio Itapetininga. Há bairros isolados também no município de Araras.

Em Bauru, grande quantidade de terra deslizou com as chuvas causando o assoreamento do Rio Batalha, próximo da lagoa de captação. O rio, que responde por 40% do abastecimento da cidade, teve alterado seu curso normal. Parte da cidade ainda está sem água. O abastecimento de Votuporanga também foi prejudicado pelo transbordamento da represa de captação. A casa de bombas foi atingida e os equipamentos danificados. Falta água nos bairros altos.

Desde o início do ano, cinco pessoas morreram no interior em decorrência das chuvas. Quatro foram arrastadas por enchentes que invadiram ruas e rodovias e uma foi atingida por um deslizamento.

Seis rodovias estaduais estão interditadas totalmente por erosões ou quedas de barreiras. Entre as estradas sob concessão, a Marechal Rondon, está bloqueada no km 237, em Botucatu, e a pista norte da Rodovia do Açúcar, no km 152, em Rio das Pedras. Entre as rodovias não concedidas, estão totalmente bloqueadas a SP 261, em Pederneiras; a SP 267, em Itaberá; a SP 331, em Gália, e a SP 463, em Pontalinda. Na Castello Branco, uma das principais rodovias concedidas do Estado, a interdição é parcial, no km 128, em Tatuí.

Mais conteúdo sobre:
Chuvas São Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.