Prefeitura vai tirar 5 mil pessoas de casa para implodir prédio na Favela do Moinho

Cerca de 5 mil moradores da região central de São Paulo, terão de deixar suas casas até as 14h de hoje para a implosão do edifício conhecido como Moinho. Essas pessoas moram em um raio de 500 metros do prédio, onde começou o fogo que queimou 300 barracos e deixou dois mortos na Favela do Moinho, no dia 22. O edifício corre o risco de desabar, o que forçou o fechamento de linhas de trem da CPTM entre as Estações Barra Funda e a Luz. As famílias voltarão para casa às 16h30 - 30 minutos após a explosão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.