Prefeitura vai demolir prédio da TAM Express no domingo

Parentes de vítimas do acidente com Airbus da TAM estão insatisfeitos com a decisão

28 de julho de 2007 | 13h49

A Prefeitura de São Paulo informou, neste sábado, que vai começar a demolir o prédio da TAM Express, atingido pelo Airbus da TAM, a partir das 13 horas deste domingo. A expectativa é de que o tráfego de veículos na Avenida Washington Luís seja restabelecido na segunda-feira, 30. Segundo a assessoria de imprensa da Prefeitura, a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo autorizou a demolição neste sábado, após a perícia técnica da Polícia Civil fazer uma última varredura no local, em busca de fragmentos de corpos que pudessem ajudar na identificação das vítimas do trágico acidente com o Airbus A320, que explodiu no local e deixou 199 mortos - o maior acidente da história da aviação brasileira.  A empresa contratada para fazer a demolição deve começar a demolição por volta das 15 horas, porque estão marcados protestos de parentes da vítimas, neste domingo. Familiares das vítimas estão insatisfeitos com a demolição do prédio. As buscas do Corpo de Bombeiros foram finalizadas na quinta-feira, nove dias depois do acidente.

Mais conteúdo sobre:
vôo 3054

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.