Prefeitura vai cassar nesta quarta-feira licença do Shopping Pátio Paulista

Se não regularizar a situação até 18 de julho, o espaço será multado em R$ 1,18 milhão

Artur Rodrigues, O Estado de S.Paulo

10 de julho de 2012 | 16h31

SÃO PAULO, 10 - A Prefeitura de São Paulo decidiu que vai cassar nesta quarta-feira, 11, a licença de funcionamento do Shopping Pátio Paulista, na região central. O espaço não conseguiu comprovar que estacionamento está regularizado com os documentos entregues na última sexta-feira.

O centro de compras tem menos vagas que o pedido por causa da instalação de um lava-rápido no estacionamento, entre outros motivos. O espaço também não apresentou documentação dos estacionamentos conveniados.

Se não regularizar a situação até 18 de julho, o espaço será multado em R$ 1,18 milhão. O shopping pode ser interditado em 30 de julho caso não se regularize até lá.

Dessa forma, o espaço fica na mesma situação do Shopping Pátio Higienópolis. O empreendimento pode ser lacrado no dia 27 se não conseguir 470 vagas extras no estacionamento.

Os dois empreendimentos são suspeitos de pagar R$ 1,6 milhão em propina para ficar abertos sem cumprir com medidas mitigadoras de trânsito exigidas pela administração municipal, entre outras vantagens.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.