Robson Fernandjes/AE
Robson Fernandjes/AE

Prefeitura reservará 50% das unidades habitacionais a quem ganha até 3 mínimos

Antes, a faixa salarial para as Zonas Especiais de Interesse Social era de 0 a 6 salários mínimos

Artur Rodrigues e Adriana Ferraz, O Estado de S. Paulo

19 de agosto de 2013 | 12h09

SÃO PAULO - A Prefeitura anunciou nesta segunda-feira, 19, que metade das unidades habitacionais das Zonas Especiais de Interesse Social 1, 2 e 4 será reservada para pessoas que ganhem de 0 a 3 salários mínimos.

Nessas áreas, a construção é voltada principalmente para moradia popular. Antes, a faixa salarial para essas zonas era de 0 a 6 salários mínimos. Dessa maneira, a administração contempla uma das principais exigências dos movimentos sociais de moradia.

A Prefeitura pretende encaminhar em até 30 dias o Novo Plano Diretor, em forma de lei, à Câmara Municipal. O projeto que define os parâmetros de crescimento da cidade deve ser votado até o fim do ano.

Tudo o que sabemos sobre:
plano diretorprefeituramoradia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.