Prefeitura promete licitação para evitar pane em semáforos

Licitação é para projeto para aterrar a fiação dos semáforos, diz o secretário de Transportes

Bruno Ribeiro - O Estado de S.Paulo,

15 de fevereiro de 2013 | 18h11

Diante dos quase 200 semáforos que deixaram de funcionar na tarde desta quinta-feita (14) por causa dada forte tempestade que atingiu a cidade, o secretário municipal de Transportes, Gilmar Tatto, prometeu nesta sexta-feira (15) lançar uma licitação para aterrar a fiação dos semáforos de São Paulo.

Tatto afirmou que a expectativa é que as obras comecem já no segundo semestre deste ano.

"Os semáforos caem ou por causa de queda de energia, ou por causa da chuva ou por causa de raios. Vamos fazer a licitação para amenizar esse problema", disse o secretário.

Tatto afirmou ainda que marcou uma audiência com a AES Eletropaulo para tratar da queda do fornecimento de energia para os semáforos e, principalmente, para discutir a execução de um contrato firmado ainda na gestão Gilberto Kassab para a instalação de 200 aparelhos no-breaks, que mantém os faróis funcionando.

A informação que a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) vinha passando até o fim do ano era que os 200 aparelhos estavam instalados.

Tatto desmentiu essa informação, dizendo que só 20 deles estão em operação.

Tudo o que sabemos sobre:
Semáforo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.