Prefeitura planeja cortar trajetos pela metade até 2040

Até 2040, a Prefeitura de São Paulo quer cortar mais do que pela metade o tempo médio de deslocamento dos paulistanos entre casa e trabalho. O plano, Cidade de 30 Minutos, foi apresentado ontem no Auditório Ibirapuera e prevê a queda da duração média dos trajetos dos atuais 70 minutos para 30.

Felipe Frazão, O Estado de S.Paulo

16 de setembro de 2011 | 00h00

Os especialistas dizem que será preciso conectar corredores de ônibus, monotrilhos e expandir as linhas de trens e metrô. A Prefeitura diz que serão necessários 400 quilômetros de malha metroviária para chegar à meta dos 30 minutos. Mas, segundo o Estado informou na quarta-feira, o Metrô pretende ter, até 2030, uma malha metroviária com menos da metade dessa extensão (184 km).

O grupo de especialistas é formado por consultores internacionais - que traçaram planos de desenvolvimento para metrópoles como Londres, Hong Kong e Xangai - e estudiosos da USP. Eles também concluíram que será necessário incentivar áreas com boa infraestrutura e pouco ocupadas, além de fomentar o uso de transporte coletivo e de bicicletas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.