Prefeitura ouve acusado de criar o esquema

O auditor fiscal Amilcar Cançado Lemos, apontado como criador do esquema de fraudes no Imposto sobre Serviços (ISS) durante a gestão do ex-prefeito Gilberto Kassab (PSD), deve prestar depoimento hoje à Controladoria-Geral do Município (CGM), órgão da Prefeitura de São Paulo que investiga em parceria com o Ministério Público Estadual (MPE) a quadrilha acusada de desviar até R$ 500 milhões na capital.

Fabio Leite, O Estado de S.Paulo

25 Novembro 2013 | 02h05

Embora já seja investigado pelos dois órgãos, Lemos não está oficialmente afastado da Secretaria Municipal de Finanças e será ouvido na condição de testemunha. Nos depoimentos colhidos pela investigação, Lemos é descrito como a pessoa responsável pela sala no Edifício Andraus, no centro, usada pela secretaria, onde começou a ser feita a cobrança de propina que irrigou a quadrilha entre os anos de 2007 e 2012.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.