Prefeitura libera hoje R$ 200 milhões para as obras no Metrô

Primeira fase da construção terá 5,6 km e deve estar pronta em 2010; extensão da linha é prevista para 2014

Daniel Gonzales, do Jornal da Tarde,

11 de abril de 2008 | 15h00

Até 2010, estarão em funcionamento, pelos planos do Metrô, as Estações Adolfo Pinheiro e Campo Belo, em um trecho de aproximadamente 5,6 quilômetros. Ao mesmo tempo que as duas serão construídas e abertas ao público, outras três estações - Alto da Boa Vista, Borba Gato e Brooklin, também na zona sul de São Paulo - estarão com as obras iniciadas. O investimento dessa fase será de R$ 1,9 bilhão, com a construção de túneis e estações, compras de oito trens e sistemas de sinalização.   Metrô de SP define desapropriações para obra da Linha 5   A segunda etapa, prevista para 2014, prevê a extensão da Linha 5 até a Estação Chácara Klabin, completando o trajeto original planejado para o trecho, de 20,1 quilômetros. Nessa fase, além da entrega das três estações em obras durante a primeira etapa, o Metrô deve construir ainda as estações Ibirapuera, Moema, Servidor (ao lado do Hospital do Servidor Público), Vila Clementino, Santa Cruz e Chácara Klabin.   O investimento na segunda etapa deve ser de R$ 3,1 bilhões - R$ 850 milhões do Estado e o restante a ser captado com a iniciativa privada, em um sistema de parceria público-privada. O Estado ainda não detalhou essa PPP.

Tudo o que sabemos sobre:
MetrôPrefeituraLinha 5

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.