Prefeitura lança plano para abrigar no frio os sem-teto em escolas e em quadras

Para diminuir o número de sem-teto dormindo nas ruas de São Paulo na época mais fria do ano, a Prefeitura quer encaminhá-los a alojamentos de emergência em espaços públicos como quadras de futebol ou escolas. A medida, que faz parte da operação Baixas Temperaturas, só será adotada caso não haja mais vagas nos albergues. Outras medidas devem ser tomadas quando a temperatura ficar abaixo de 13ºC. As regras preveem que todos os assistentes sociais da Prefeitura possam ser convocados para trabalhar na madrugada. Camas extras nos alojamentos devem ser providenciadas. O sem-teto que se recusar a ir para albergues deve assinar uma declaração.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.