Prefeitura interdita salão de beleza de luxo no Jardins pela segunda vez

1838, da socialite Lucinha Mauro, desrespeitou interdição por falta de licença de funcionamento

Priscila Trindade, da Central de Notícias

08 de julho de 2010 | 19h03

SÃO PAULO - A Secretaria de Controle Urbano (Contru) interditou pela segunda vez nesta quinta-feira, 8, o salão de beleza 1838 no bairro dos Jardins, em São Paulo, que pertence à socialite Lucinha Mauro, ex-sócia do cabeleireiro Marco Antonio de Biaggi.

 

A primeira interdição havia ocorrido na quarta-feira, 30, por falta de licença de funcionamento. De acordo com a secretaria, o estabelecimento desrespeitou a interdição e voltou a atender clientes antes de regularizar a situação.

 

O imóvel tem o dobro de área construída comparado ao projeto aprovado pela Prefeitura e o coeficiente de aproveitamento de área e taxa de ocupação estão acima do permitido por lei.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.