Prefeitura instala câmera em depósito para evitar roubo

A prefeitura instalou câmeras de segurança no depósito da Comlurb na Rodovia Washington Luís, em Caxias, para onde foram levados os entulhos dos três prédios e onde os bombeiros ainda procuram por corpos. As câmeras monitoram os trabalhos para evitar o desvio de bens.

O Estado de S.Paulo

30 de janeiro de 2012 | 03h02

Segundo a prefeitura, parentes das vítimas e donos dos escritórios que funcionavam nos três edifícios só poderão ter acesso a documentos e outros objetos retirados do local após a conclusão dos trabalhos da perícia e dos bombeiros. O prefeito Eduardo Paes (PMDB) afirmou que pretende contratar uma empresa para fazer o trabalho de separação dos escombros.

O material levado para o depósito em Duque de Caxias é protegido pela PM e está sob custódia da Polícia Civil. Paes chamou ontem de "delinquentes" os funcionários de uma empresa terceirizada que teriam furtado objetos de vítimas entre os escombros. "É inacreditável que esses quatro delinquentes possam estar mexendo em entulho de uma tragédia como essa", disse.

Parte dos pertences encontrados entre os escombros foi encaminhada ao Depósito Público do Estado, no centro. / B.B.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.