Felipe Rau/Estadão
Felipe Rau/Estadão

Prefeitura instala 6 macacos hidráulicos para erguer viaduto da Marginal do Pinheiros

No sábado, 1º, a Linha 9-Esmeralda da CPTM, que passa por baixo do viaduto, terá de ser fechada parcialmente

Bruno Ribeiro, O Estado de S.Paulo

27 de novembro de 2018 | 11h15

SÃO PAULO - A Prefeitura terminou ontem de construir uma base de concreto sob o viaduto da Marginal do Pinheiros que cedeu no último dia 15 , e inicia agora a instalação de seis macacos hidráulicos, que erguerão a estrutura a partir de sábado. Por isso, a Linha 9-Esmeralda da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), que passa por baixo da estrutura, terá de ser fechada parcialmente.

Segundo o prefeito Bruno Covas (PSDB), o trabalho até aqui consistiu em dar apoio à estrutura para evitar que cedesse mais. Agora, os macacos vão devolver o viaduto à posição original, dois metros acima de onde está agora. 

É um processo lento, com milímetros de alteamento por hora e em meio a testes. Segundo técnicos, isso pode levar pelo menos 10 dias. A estrutura pesa cerca de 500 toneladas. 

“Em breve vamos poder ter certeza de qual hipótese é a verdadeira em relação ao que houve e qual vai ser a obra de engenharia necessária para recuperar o viaduto”, disse o prefeito.

Nesta terça, foi aberto novo acesso da pista expressa à local da Marginal, devolvendo mais dois quilômetros da pista. Ainda há seis quilômetros interditados. 

Inquérito

Covas comentou ainda o inquérito do Ministério Público Estadual para apurar a queda do viaduto. Para ele, “responsabilizar uma administração que está há oito meses (no governo) em relação à manutenção de um viaduto de 40 anos é uma dificuldade argumentativa mais difícil do que um duplo twist carpado”, em referência à ginástica olímpica.  

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.