Felipe Rau
Felipe Rau

Prefeitura instala bloqueio e impede ônibus de circular acima de 50 km/h

Limitadores instalados nos coletivos permitem que eles andem até 60km/h, mas parâmetros serão alterados ainda em setembro

Bruno Ribeiro, O Estado de S.Paulo

18 Setembro 2017 | 17h36
Atualizado 19 Setembro 2017 | 15h15

SÃO PAULO - A Prefeitura de São Paulo vai limitar a velocidade máxima dos ônibus que circulam na cidade a 50 km/h ainda em setembro. A proposta da prefeitura é que, circulando a menor velocidade, os coletivos sejam menos suscetíveis a acidentes.

A ação faz parte de um conjunto de medidas anunciadas nesta segunda-feira, 18, durante a apresentação do programa Trânsito Seguro, que traz ações relacionadas à Semana Nacional de Mobilidade.

Por lei, os ônibus da cidade já não poderiam circular acima desse limite. Mas os limitadores instalados nos coletivos ainda permitem que eles andem a até 60 km/h.

"Todos os ônibus têm limitadores instalados e todos terão o limite alterado", disse o secretário municipal de Mobilidade Urbana, Sergio Avelleda.

O Sindicato dos Motoristas e Trabalhadores em Transporte Rodoviário Urbano de São Paulo (Sindmotoristas) afirmou, em nota, que aprova a limitação da velocidade máxima dos coletivos para 50 km/h.

"No entanto, a redução de acidentes no trânsito da cidade requer a implantação de outras ações necessárias e complementares, como melhorias na sinalização que envolve placas, faixas e semáforos, campanhas permanentes de conscientização junto a motoristas, pedestres e demais agentes, fiscalização ao desrespeito às leis de trânsito, melhorias na pavimentação diminuindo a quantidade de buracos e outras avarias, e ampliação de faixas e corredores de ônibus", disse o sindicato.

Mais conteúdo sobre:
Prefeitura de São Pauloônibus

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.