Prefeitura fiscaliza hospital onde Rosário ficou internado

Quatro técnicos permanecerão no hospital até a próxima semana para avaliar as condições do local

Fabiana Marchezi, estadao.com.br

01 de outubro de 2007 | 17h15

O Hospital de Custódia e Tratamento Psiquiátrico 2, de Franco da Rocha, na Grande São Paulo, onde Ademir Oliveira do Rosário, de 36 anos, ficou internado por cerca de um ano, está passando por uma fiscalização da Vigilância Sanitária do município, nesta segunda-feira, 1.    Parecer previa tratamento em regime fechado Entenda o caso do assassinato dos irmãos na Serra da Cantareira    Rosário confessou ter matado os irmãos Francisco, de 14 anos, e Josenildo Ferreira de Oliveira, de 13, na Serra da Cantareira. Ele ficou internado no hospital até 26 de setembro de 2007. A prefeitura da cidade informou que quatro técnicos permanecerão no local pelo menos até a próxima quarta-feira,3, para montar um relatório com as condições de trabalho dos funcionários e de vida dos internos do hospital.   Ainda segundo a prefeitura, a Vigilância Sanitária faz vistoria todos os anos no Hospital Psiquiátrico. A última começou em 27 de dezembro de 2005, a pedido da Justiça Estadual, e terminou na segunda quinzena de janeiro do ano passado. Apesar de ser confidencial, o último relatório mostrou que as condições de higiene e segurança eram satisfatórias. O próximo relatório deverá ser entregue até a próxima quinta-feira, 4.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.