Prefeitura faz retirada de 80 famílias no Parque do Povo

Desde as 7 horas desta segunda-feira, 15, 85 homens da Guarda Civil Metropolitana (GCM) e 200 policiais militares acompanham uma ação de reintegração de posse em um terreno de 112 mil m², onde está localizado o Parque do Povo, no Itaim Bibi, na zona sul da capital paulista.   Segundo a subprefeitura de Pinheiros, o local, que foi invadido há cerca de 20 anos, está ocupado por clubes particulares e alguns moradores. A reintegração desta segunda-feira está direcionada em 80 famílias de baixa renda que estão instaladas no local.   Na tentativa de firmar um acordo com eles, a prefeitura oferece passagem para quem quiser voltar para sua cidade de origem, verba de R$ 5 mil, que pode ser usada para comprar um imóvel e o direito a se candidatar a uma das vagas do CDHU.   Uma liminar judicial que permitia a permanência dos moradores foi derrubada na última quinta-feira, 4. Segundo moradores, a comunidade não havia sido notificada sobre a reintegração.Os moradores pretendem entrar na justiça para reverter a decisão.

Humberto Maia Junior, Estadão

15 de outubro de 2007 | 11h46

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.