Prefeitura executa menos da metade da meta proposta

A 14 meses do fim de seu segundo mandato, o prefeito Gilberto Kassab (PSD) está longe de cumprir a meta que anunciou no início de 2009 para a reforma de calçadas. O planejamento era chegar a 600 mil metros quadrados, mas até agora nem a metade desse número foi alcançada.

Adriana Ferraz, O Estado de S.Paulo

31 Outubro 2011 | 03h03

Segundo a Secretaria Municipal de Coordenação das Subprefeituras, foram revitalizados 240 mil metros quadrados no período. E a baixa execução do plano de metas está relacionada às dificuldades impostas pelo próprio serviço.

"Antes de as obras serem iniciadas, é necessário que concessionárias de serviços públicos façam a manutenção no subsolo, o que dificulta a execução e o desenvolvimento dos trabalhos", informou a pasta, em nota.

"Estamos correndo para cumprir a meta. Atualmente, temos contratados 79,6 mil metros quadrados em obras", disse o engenheiro Amauri Pastorello, o gerente de calçadas da Prefeitura. A secretaria também informou que desde 2005 já foi reformado 1,25 milhão de metros quadrados de calçadas.

O Programa Emergencial de Calçadas (PEC) deve priorizar vias que compõem rotas estratégicas. Elas são escolhidas de acordo com a quantidade de pessoas que recebe diariamente. As Avenidas Paulista e Brigadeiro Faria Lima são exemplos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.