Prefeitura e PM esperam réveillon sem protestos

Em comemoração aos 460 anos da capital, o tema da virada será a diversidade, com shows de Toquinho e NXZero

LUCIANO BOTTINI FILHO , O Estado de S.Paulo

21 de dezembro de 2013 | 02h05

A Polícia Militar e os organizadores do réveillon na Avenida Paulista deste ano esperam um evento sem manifestações e atos de vandalismo.

A festa, que deve ter um público de 2 milhões de pessoas ao longo das suas sete horas de duração, é a primeira desde os atos que tomaram as ruas da cidade em junho. O secretário municipal de Turismo e presidente da SPTuris, Marcelo Rehder, afirmou que, "pelas características do evento, não haverá manifestações".

O tenente-coronel Fernando Bartasevicius, chefe da operação na virada do ano, comandará um efetivo de 1.300 homens da Políci8a Militar, que deverão patrulhar a região da Paulista e revistar o público.

A segurança também será reforçada pela Guarda Civil Metropolitana (GCM), no total de 3 mil agentes de segurança. Os guardas fiscalizarão principalmente o comércio ambulante. Dentro dos 2 quilômetros cercados ao longo da avenida, não será permitida a entrada com materiais cortantes, fogos de artifício ou garrafas de vidro. Haverá 400 pontos de venda de comida e bebida.

Neste ano, o tema da virada será a diversidade de São Paulo, em comemoração aos 460 anos da capital paulista. Os preparativos da festa já começaram, com a colocação de parte da estrutura metálica para os telões e equipamentos de luz e som. Após o dia 25, começa a retirada dos enfeites de Natal do palco para receber os shows, que incluem os artistas Toquinho, NX Zero e a escola de samba Mocidade Alegre. Durante o evento, que vai das 19h30 de 31 de dezembro às 2h30 do dia 1.º de janeiro, a região da Paulista ficará interditada da Rua Augusta até a Avenida Brigadeiro Luís Antonio e da Alameda Santos à Rua São Carlos do Pinhal, segundo a PM. A Avenida Paulista será interditada a partir das 17h30 do dia 31, no sentido Paraíso-Consolação, entre a Rua Teixeira da Silva e a Rua Augusta e, no sentido contrário, entre a Rua Haddock Lobo e Rua Maria Figueiredo.

Transporte. A organização do evento recomenda ir à festa de metrô. As Estações Paraíso, Brigadeiro e Consolação permitirão embarque para atender quem estiver no show após as 2h. As demais estarão abertas apenas para desembarque.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.