Prefeitura do interior de SP decreta estado de calamidade após chuva

Sud Menucci teve rajadas de vento e granizo que derrubaram árvores e destelharam casas; bairros ficaram sem energia

José Maria Tomazela, O Estado de S.Paulo

02 Junho 2016 | 18h44

SOROCABA - A prefeitura de Sud Menucci, interior de São Paulo, decretou estado de calamidade pública nesta quinta-feira, 2, pelas consequências do temporal que atingiu a cidade durante a noite desta quarta. Os moradores estão sem água e sem energia elétrica, o que impediu o funcionamento de escolas e unidades de saúde. Os casos urgentes foram encaminhados para a Santa Casa, único hospital da cidade que possui gerador. 

A chuva, com granizo e rajadas de vento, durou cerca de 30 minutos, mas causou grande devastação, com a queda de várias árvores e destelhamento de casas. A fiação elétrica foi atingida em vários pontos e, até o fim da tarde, bairros estavam sem energia.

Repartições municipais tiveram o funcionamento prejudicado. A prefeitura pediu ajuda aos moradores para limpar as ruas. A Elektro, responsável pela distribuição de energia, informou que todas as equipes foram mobilizadas para restabelecer o sistema, o que era dificultado pelo grande número de árvores sobre a fiação.

Adutora. Em Itatiba, região de Campinas, a chuva intensa causou o deslizamento de um barranco e o rompimento de uma adutora. Três residências foram invadidas pela água e lama na região central da cidade. Uma das casas foi interditada pela Defesa Civil.

Os moradores foram levados para a casa de parentes e o abastecimento ficou comprometido. Uma equipe da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) trabalhava no reparo da adutora.

Mais conteúdo sobre:
São Paulo Campinas Defesa Civil Sabesp

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.