Prefeitura de SP usa carros de som para chamar usuários de drogas a atendimento

Prefeitura de SP usa carros de som para chamar usuários de drogas a atendimento

'Quer se livrar das drogas? Você precisa querer' é uma das frases utilizadas pela gestão Doria para anunciar o programa Redenção

Isabela Palhares, O Estado de S. Paulo

04 de junho de 2017 | 16h19

SÃO PAULO - A Prefeitura de São Paulo começou a usar carros de som para anunciar o programa Redenção e chamar usuários de drogas para tratamento no centro de cidade. Os veículos percorrem a região da cracolândia e informam que o atendimento está sendo realizado no Centro de Atenção Psicossocial (Caps) da rua Helvetia. 

"Quer se livrar das drogas? Você precisa querer. Procure nossas equipes" e "mude sua vida para melhor, só você pode fazer" são as frases utilizadas pela gestão do prefeito João Doria (PSDB) para divulgar o atendimento. Os carros de som começaram a ser utilizados na sexta-feira, 2. 

Há 11 dias, uma operação policial, sob o comando do governador Geraldo Alckmin (PSDB), prendeu 38 traficantes e desobstruiu as vias da região da Cracolândia, com a destruição de barracas de feira onde eram comercializados 19 quilos de crack por dia.

Doria chegou a dizer que a Cracolândia havia acabado, mas o fluxo de usuários migrou nos dias seguintes para  a Praça Princesa Isabel, a 400 metros do antigo ponto. No sábado, 3, o carro de som percorria o entorno da praça. 

Uma das apostas de Doria após a operação foi procurar a Justiça para obter a autorização de recolher à força usuários e levá-los para tratamento médico. A medida foi barrada pelo Tribunal de Justiça.

O tucano disse nesta semana que não vai desistir de tentar um aval da Justiça para poder fazer busca e apreensão de usuários de droga da Cracolândia. O prefeito cogita recorrer até ao Supremo Tribunal Federal (STF). 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.