Prefeitura de SP quer shopping em Cidade Tiradentes

Segundo dados oficiais, o bairro do extremo leste da capital tem cerca de 240 mil habitantes e apenas 4.540 vagas de trabalho

Adriana Ferraz, O Estado de S. Paulo

23 Fevereiro 2015 | 21h23

SÃO PAULO - O prefeito Fernando Haddad (PT) quer vender um terreno municipal de 632 mil metros quadrados em Cidade Tiradentes para incentivar a instalação de estabelecimentos comerciais e serviços no bairro do extremo leste da capital. A meta é proporcionar a criação de até 4 mil empregos na região, considerada uma cidade-dormitório. 

Segundo dados oficiais, o bairro tem cerca de 240 mil habitantes e apenas 4.540 vagas de trabalho, o equivalente a 0,11% do total de empregos da cidade. 

O terreno ofertado tem valor estimado em R$ 73 milhões e fica no entorno do Hospital Municipal de Cidade Tiradentes. A área ainda será vizinha, no futuro, da estação final da Linha 15-Prata do Metrô, em construção pelo governo do Estado. Pela boa localização, a Prefeitura espera atrair interessados em construir um shopping center no local, além de prédios de escritórios, agências bancárias, dos Correios e da Previdência Social.

“Estamos seguindo o princípio do Plano Diretor, que visa ao equilíbrio entre moradia e emprego. Passada a aprovação do plano, nossa tarefa agora é discutir as grandes glebas da cidade remanescentes, no contexto de organizar a cidade”, disse o prefeito. 

Segundo o edital, que entra nesta terça-feira, 24, em consulta pública, um terço do terreno deverá ser destinado à preservação ambiental. Os interessados terão 30 dias para se manifestar. A venda será condicionada ao cumprimento da proposta, que será oficializada na escritura. A ideia pode ser levada a outros bairros. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.