Màrcio Fernandes/Estadão
Màrcio Fernandes/Estadão

Prefeitura de SP mudará forma de envio de boletos do IPTU

Serão dois envios: um no início do ano, com o lançamento do imposto e as primeiras parcelas, e um segundo, em data ainda a ser definida, com as parcelas restantes

O Estado de S. Paulo

09 Novembro 2017 | 00h59

A partir do próximo ano, os boletos do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) deixarão de ser enviados mensalmente aos paulistanos. Serão dois envios: um no início do ano, com o lançamento do imposto e as primeiras parcelas, e um segundo, em data ainda a ser definida, com as parcelas restantes. 

As mudanças, segundo a Prefeitura, limitam golpes e reduzem custos em cerca de R$ 20 milhões. 

Segundo a Prefeitura, a nova forma de cobrança do IPTU reduzirá em cerca de R$ 20 milhões os custos com a operação. As formas de pagamento do imposto não serão alteradas: continuará sendo possível pagar o IPTU diretamente no banco ou com débito automático em conta.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.